HOME

Sindico profissional ou morador?

Marco Antonio      sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Compartilhe esta página com seus amigos

Sindico profissional ou morador?

Será que ter um síndico profissional, que é uma figura “estranha” ao condomínio, pois não é morador é bom ou ruim?

Primeiro é importante entender que o gestor profissional que passa a trabalhar no condomínio não é diferente do síndico morador, pois ele tem entre as suas obrigações àquelas estabelecidas no artigo 1348 do código civil seja ele profissional ou morador.

Assim como o sindico morador este gestor profissional representa o condomínio ativa e passivamente praticando em juízo ou fora dele os atos necessários para a defesa dos interesses comuns.

Deve dar o conhecimento imediato para a assembleia da existência de procedimentos judiciais ou administrativos de interesse do condomínio.

Deve cumprir e fazer cumprir a convenção regimento interno e determinações da assembleia, portanto o síndico profissional não é um órgão independente, assim como também não é o sindico morador.

Logicamente que ele tem uma autonomia de atuação, mas, a assembleia sempre vai nortear o prosseguimento do trabalho do síndico com base nos parâmetros da convenção e regimento interno.

Mas em outro momento vamos conversar mais sobre as responsabilidades jurídicas aos quais os síndicos estão expostos diariamente.

Entretanto o que, em geral, leva a contratação de um sindico profissional?

Vou citar três situações que entendo serem os motivos mais comuns do “por que” e "para quê” se contratar o síndico profissional.

 

1) Ele não é morador.

 

Não sendo morador, o síndico é imparcial, ele não vive naquela coletividade, não vive os problemas daquela massa então ele pode, por exemplo, aplicar a multa sem nenhum constrangimento, porque não vai ser um vizinho dele que vai estar lá.

Seu trabalho é profissional e não vai influenciar no dia a dia do condomínio.

 

2) Especialização

O síndico profissional é alguém que estudou e trabalhou para ser este profissional e estar bem preparado para as rotinas do dia-a-dia.

Claro que não podemos subestimar o síndico morador, pois temos claro, moradores fazendo trabalhos excelentes, mas logicamente que, aquele que trabalha, se especializa e vive disso, certamente tende a ter uma performance realmente diferenciada.

 

3) Imparcialidade

O síndico profissional não vai estabelecer a forma de trabalho dele ele vai atender a necessidade daquele prédio, por intermédio de contrato realizado entre o condomínio e o síndico profissional onde devem ficar claras as necessidades e obrigações.

Tenho visto diversos casos de reclamações contra sindico, não por erros na administração, prestação de contas ou zelo, mas por ser partidário, por criar grupos e focar nas necessidades destes “partidários” do que no condomínio como um todo.

Por isto a imparcialidade é primordial para que tenhamos harmonia sem privilégios a quem quer que seja, pois se fará o rigoroso cumprimento do que se foi determinado em ata e regimentos.

Bom, este foi um pequeno apanhado sobre o sindico profissional para que possa analisar e entender qual a situação deste profissional que a cada dia vem fazendo parte do dia a dia de diversos condomínios.

Espero que tenha lhe ajudado, qualquer duvida eu e equipe estamos á disposição.

Grande abraço

Atenciosamente;
Marco Antônio e Equipe ALM

CRECI-SP nº 094024

 


IMÓVEIS NOVOS E USADOS AO LADO DA ESTAÇÕES

 

Imóveis Até 15 Minutos (a pé) Até Alguma Estação


TODO EMPREENDEDOR PRECISA TER UM WEBSITE 


*** GRÁTIS *** CURSOS DE MARKETING DIGITAL